ANINHA CATÃO: 

Aninha Catão é pesquisadora, bailarina, professora e coreografa na área de danças afro-brasileiras pelo grupo Tambor de Cumba da qual é fundadora e diretora artística desde 2011.

Sua trajetória no meio da dança se inicia em 1990, aos quatro anos de idade, quando ingressa na Escola Estadual de Dança Maria Olenewa onde permaneceu por 10 anos. Antes de idealizar o Tambor de Cumba, passou pelo Grupo de Cultura Popular Pé-de-Chinelo, foi integrante do Afoxé Estrela de Oyá e estudou dança afro com as professoras Eliete Miranda, Valéria Monãn e fez cursos intensivo na Escola de Dança FUNCEB (Fundação Cultura do Estado da Bahia) com Tatiana Campello, Vera Passos e Rosângela Silvestre totalizando 13 anos de experiência no universo afro-brasileiro.

 

Atualmente, além do Tambor de Cumba, onde Aninha Catão está construiu do espetáculo "Cosmogonia Africana - A Visão de Mundo do Povo Iorubá, também é integrante dos grupos Tambores de Olokun e Alayó também na área de danças afro-brasileiras.

 

Em sua trajetória artística aprovou diversos projetos pelo ministério da cultura, secretaria de cultura do estado e do município do Rio de Janeiro e passou por lugares como Caixa Cultural, SESC, UFRJ, PUC, Instituto Pretos Novos, Casa Porto, Centro Cultural Cartola, Biblioteca Parque Manguinhos, Teatro Rival, Centro Coreográfico, Centro Cultural José Bonifácio entre outros além de dançar como bailarina afro nos shows do Arlindo Cruz.